OFF THE WALL - O Verdadeiro Lar dos Fãs de Michael Jackson!
Não esta conseguindo vizualizar todos os topico? Se cadastre, é bem rapido e venha fazer parte da FAMILIA OFF THE WALL!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Poemas e Cartões - Dancing The Dream

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Sex Abr 06, 2012 9:38 am



RYAN WHITE

Ryan White, símbolo da justiça
Ou filho da inocência, mensageiro do amor
Onde você está agora, para onde você foi?

Ryan White, sinto saudades de seus dias ensolarados
Brincávamos despreocupados, em longos jogos

Sinto saudades de você, Ryan White
Saudades do seu sorriso, inocente e brilhante
Saudades de sua glória, saudades da sua luz

Ryan White, símbolo da contradição
Filho da ironia, ou filho da ficção?

Penso em sua vida despedaçada
Em seu esforço, em sua luta

Enquanto senhoras dançam em noite enluarada
Festas de Champanhe em cruzeiros fretados
Vejo sua forma desperdiçada, sua fantasmagórica visão
Sinto suas feridas supurando, seus machucados

Ryan White, símbolo de agonia e dor
Do ignorante medo passado a loucura
Em uma sociedade histérica
Com ansiedade vertiginosa
E piedade fingida

Sinto falta de você, Ryan White
Você nos mostrou como suportar e lutar
Na chuva você foi um dilúvio de alegria
O brilho de esperança em cada menina e menino

Nas profundezas de seu angustiado sofrimento
Estava o sonho de um outro amanhã.

(Poema: Ryan White – Dancing The Dream – Michael Jackson)

Ver perfil do usuário

2 Re: Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Sex Abr 06, 2012 9:39 am

Nossa perfeitooo Razz

Ver perfil do usuário http://odiariodeumafamj.blogspot.com

3 Re: Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Sex Abr 06, 2012 7:22 pm

Demais esses poemas, né? Amoooo!
Postei o cartão errado, então estou postando o certo, ok? Wink

Ver perfil do usuário

4 Re: Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Seg Jun 04, 2012 3:51 pm



DANÇA DA VIDA

Não posso escapar da lua. Seus raios suaves afastam a cortina à noite. Nem sequer preciso vê-la - uma fresca energia azul cai sobre minha cama e estou de pé. Corro pelo corredor escuro e gingando abro a porta, não para sair de casa, mas para voltar a ela.

“Lua, estou aqui!” eu grito.

“Ótimo!” ela responde. “Agora nos dê um pouco de dança.”

Mas meu corpo começou a se mover muito antes dela dizer qualquer coisa. Quando começou? Não me lembro - meu corpo sempre esteve em movimento. Desde a infância tenho reagido à lua desta maneira, como seu lunático favorito, e não apenas dela. As estrelas me puxam, perto o bastante para que eu veja suas encenações cintilantes. Elas também dançam, fazem um suave movimento molecular que faz meus átomos de carbono saltarem no tempo.

Com os braços abertos, dirijo-me ao mar, que traz outra dança em mim. A dança da lua é interior, lenta e suave como sombras azuis no gramado. Quando as ondas se quebram, ouço o coração da terra, e o ritmo se ajusta. Sinto os golfinhos saltando na espuma branca tentando voar, e quase voam quando o encaracolar das ondas os elevam para os céus. Suas caudas abandonam arcos de luz, incandescendo plâncton nas ondas. Um cardume sobe, piscando prateado ao luar, como uma nova constelação.

“Ah!” diz o mar, “Agora estamos reunindo uma multidão.”

Corro ao longo da praia, pegando ondas com um pé e desviando com o outro. Ouço um fraco som estalando – uma centena de caranguejos assustados se esquivando em seus buracos, apenas por precaução. Porém, estou correndo agora, às vezes nas pontas dos pés, às vezes afincadamente.

Jogo minha cabeça para trás e um nebuloso redemoinho diz:
“Rápido agora, gire!”

Sorrindo, baixando a cabeça pra ter equilíbrio, começo a girar o mais rápido que posso. Esta é minha dança favorita, porque contém um segredo. Quanto mais rápido giro, mais estou em meu interior. Minha dança é todo movimento fora, todo silêncio dentro. Tanto quanto amo fazer música, é a música não ouvida que nunca morre. E o silêncio é minha verdadeira dança, apesar de nunca se mover. Ele ergue-se à parte, meu coreógrafo da graça, e abençoa cada movimento meu.

Agora esqueci a lua, o mar e os golfinhos, mas estou em sua alegria mais do que nunca. Tão longe quanto uma estrela, tão perto como um grão de areia, a presença se eleva, cintilando com a luz. Eu poderia estar nele para sempre, ele é tão amoroso e cálido. Mas, ao tocá-lo uma vez e a luz dispara adiante da quietude. Ele estremece e me excita, e sei que meu destino é mostrar aos outros que este silêncio, esta luz, esta bênção é a minha dança. Recebo este presente apenas para dá-lo novamente.

“Rápido, dê!” diz a luz.

Como jamais antes, experimento obedecer, inventando novos passos, novos gestos de alegria. De repente, eu sinto onde estou, correndo de volta para o alto da colina. A luz do meu quarto está acesa. Ao vê-la desço de volta. Começo a sentir meu coração batendo, sonolência em meus braços, o sangue quente em minhas pernas.
Minhas células querem dançar mais devagar. “Podemos caminhar um pouco?” elas perguntam. “Foi muito agitado.” “Claro!” respondo suavizando o passo.

Giro a maçaneta, ofegando alegremente, satisfeito pelo cansaço.
Rastejando volto para cama. Lembro-me de algo que sempre me pergunto. Dizem que algumas estrelas que vemos não estão realmente lá. Sua luz leva milhões de anos pra nos alcançar, e tudo o que estamos fazendo é olhando para o passado, em um momento passado quando aquelas estrelas podiam ainda brilhar. “Então o que uma estrela faz quando deixa de brilhar?” Eu me pergunto, “Talvez morra.”
“Oh, não!” uma voz em minha mente diz. “Uma estrela nunca pode morrer. Ela simplesmente se transforma em um sorriso e se dissolve de volta em música cósmica, a dança da vida.. “Gosto deste pensamento, o último que tive antes dos meus olhos fecharem. Com um sorriso, me dissolvo de volta para a música em mim.

(Dance of Life - Dancing The Dream - Michael Jackson)
.............

Ver perfil do usuário

5 Re: Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Qui Ago 16, 2012 9:39 pm




DEUS

É estranho que Deus não se importe em se expressar em todas as religiões do mundo, enquanto as pessoas ainda se agarram à noção de que seu caminho é o único caminho certo. Qualquer coisa que você tente dizer sobre Deus, alguém se ofenderá, mesmo se você disser que o amor de todos por Deus é bom para eles.

Para mim, a forma que Deus toma não é o mais importante. O mais importante é a essência.
Minhas canções e danças são esboços para Ele entrar e preencher. Eu apresento a forma, Ele deposita a doçura.

Levantei os olhos para o céu a noite e contemplei as estrelas tão intimamente próximas, foi como se minha avó as tivesse feito para mim. “Tão ricas, tão suntuosas!”, pensei.
Naquele momento vi Deus em Sua criação.
Eu poderia facilmente Tê-lo visto na beleza de um arco-íris, na graça de um cervo saltando pelo campo, na verdade do beijo de um pai.
Para mim o contato mais doce com Deus não tem forma. Fecho meus olhos, olho meu interior, e entro num profundo e suave silêncio.
A infinidade da criação de Deus me abraça.
Somos um.

(Deus – Dancing The Dream - Michael Jackson)

http://michael-iloveyoumore.blogspot.com.br/
......


Créditos do vídeo: http://cantinhodomj.blogspot.com
......

Ver perfil do usuário

6 Re: Poemas e Cartões - Dancing The Dream em Sex Ago 17, 2012 6:08 am

Eu acho que esse é o melhor livro , o melhor investimento que ja fiz .
Nada mais obvio do que acreditar em suas proprias palavras .
A alma dele esta ali dentro .
Vc o conhece ali dentro .
Aquele MJ sem ser o artista que a gente vê a gente encontra ali .
Não gastei meu $ nem com Frank Cascio, nem com Joe VOguel , nem com Joe Jackson, nem com Taraborreli...mas sim com o proprio Dancing the dream. Amei ..recomendo a todos . Spre
.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum