OFF THE WALL - O Verdadeiro Lar dos Fãs de Michael Jackson!
Não esta conseguindo vizualizar todos os topico? Se cadastre, é bem rapido e venha fazer parte da FAMILIA OFF THE WALL!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Depoimento A&E: Prince diz que seu pai temia promotores de “This Is It”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Fonte: MJJUnderground
O filho mais velho de Michael Jackson declarou nesta quarta-feira que seu pai estava animado em voltar em turnê antes de sua morte, mas não estava contente com os termos dos shows.

[b style="font-family: Arial; color: rgb(0, 0, 0);"]Prínce Jackson disse aos jurados que seu pai queria mais tempo para ensaiar e tinha várias conversas telefônicas tensas com os promotores de sua “This Is It” que, por vezes, terminou com o pai em lágrimas.[/b]
O garoto de 16 anos disse que seu pai comentou após uma das conversas: “Eles vão me matar.” Ele não deu mais detalhes.
O testemunho entrou com uma ação alegando que a AEG negligentemente contratou Conrad Murray, o médico que mais tarde foi condenado por homicídio culposo por dar a Jackson uma overdose do anestésico propofol.
AEG nega que contratou o médico ou tem qualquer responsabilidade pela morte do artista.
Prince testemunhou que viu o CEO da AEG Live, Randy Phillips, na mansão alugada da família em uma conversa acalorada com Murray, nos dias antes de seu pai morrer. O adolescente disse que viu Phillips agarrando o cotovelo de Murray.
Phillips “parecia agressivo para mim”, declarou o príncipe.
Michael Jackson não estava em casa no momento e estava, provavelmente, nos ensaios, Prince disse.
Pela primeira vez, o adolescente falou publicamente os detalhes sobre o dia em que seu pai morreu. Prince testemunhou que viu Murray fazendo CPR em seu pai, que estava pendurado, metade fora de uma cama. Parecia que os olhos de seu pai estavam enroladas na parte de trás de sua cabeça, Prince disse aos jurados.
O depoimento começou com o adolescente mostrando aos jurados cerca de 15 minutos de fotos da família e vídeos caseiros privados.
Ele descreveu o crescimento em Neverland Ranch e mostrou os vídeos do zoológico da propriedade e outras amenidades. Após absolvição das acusações de abuso sexual infantil de seu pai, Prince descreveu que viveram no Oriente Médio, na Irlanda e Las Vegas.
Ele disse ao júri que seu pai estava sempre trabalhando, mas seus filhos não tinham ideia de que ele era uma estrela global.
“Nós sempre ouvimos a sua música, mas nunca soube o quão famoso ele era”, disse Prince.
Ele disse que ele e sua irmã Paris assistiram a um vídeo de uma das performances de seu pai e tiveram um senso de sua fama quando os fãs desmaiados foram retirados de seus shows em macas.
Prince é o primeiro membro da família Jackson a testemunhar durante o julgamento, agora em sua nona semana. Advogados disseram que TJ Jackson, que serve como co-tutor de Prince e seus irmãos, e Taj Jackson, também são esperados para o banco das testemunhas. Eles são os filhos de Tito Jackson.
Prince Jackson, sua irmã Paris e o irmão Blanket são demandantes no processo contra AEG, que sua avó e tutora principal arquivaram em agosto de 2010.
No tribunal, Prince vestia um terno preto com uma gravata cinza escura com seu longo cabelo castanho escondido atrás de suas orelhas. Ele falou baixinho quando ele começou a testemunhar, e a primeira exposição mostrou para os jurados foi uma foto tirada com ele, a avó e Paris, primeiro dia de aula.
Ele descreveu a sua vida escolar, inclusive fazendo um curso de verão de História dos EUA, participando da equipe de robótica da escola e do trabalho voluntário.
Outra imagem mostrada para os jurados foi Michael Jackson tocando piano com seu filho enquanto o Prince ainda era um bebê ou criança.
Dos demandantes, o advogado Brian Panish perguntou a Prince se ele estava interessado em prosseguir uma carreira na música.
“Eu nunca pude tocar um instrumento e eu definitivamente não posso cantar”, disse Prince ao riso do júri.
Ele disse que queria estudar cinema ou administração, quando ele for para a faculdade.
Prince disse que ajudou os advogados a escolher os vídeos e fotos apresentados no tribunal.
Michael Jackson escondeu seus filhos dos olhos do público enquanto ele estava vivo, muitas vezes obscurecendo o rosto, enquanto em público. As crianças têm sido mais público nos últimos anos, aparecendo no serviço memorial e outros eventos homenageando seu pai.
Paris, 15, também era esperado para depor durante o caso, mas foi hospitalizada no mês passado e seu status como uma testemunha permaneceu obscuro. Os advogados de AEG teve um trecho de seu depoimento em vídeo na semana passada, e mais do seu testemunho pode ser jogado para o júri mais tarde no julgamento.
Não se espera que Blanket, 11, deponha.
O júri de seis homens e seis mulheres conheceram vários detalhes sobre o papel de Jackson como pai durante o caso. Eles já ouviram falar sobre uma viagem secreta para uma semana de cinema antes da morte de Michael Jackson, um circo particular que contratou para 11º aniversário de Paris, e o interesse de Blanket, em ensaios de dança de seu pai.
O julgamento deve durar várias semanas.


_________________
Ver perfil do usuário http://offthewall.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum