OFF THE WALL - O Verdadeiro Lar dos Fãs de Michael Jackson!
Não esta conseguindo vizualizar todos os topico? Se cadastre, é bem rapido e venha fazer parte da FAMILIA OFF THE WALL!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

John Landis diz que Michael Jackson estava com uma aparência muito 'grotesca' para realizar uma filmagem

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Fontes: The Star/ Fórum The K!ng Live





Diretor John Landis rejeitou o apelo de Michael Jackson para realizarem outro filme juntos, porque ele ficou horrorizado com o rosto de “Fantasma da Ópera” da estrela pop.

O diretor de Thriller, John Landis rejeitou o apelo de Michael Jackson para fazer outro filme juntos, porque ele ficou horrorizado com o rosto "grotesco", do astro pop arruinado por cirurgia plástica.

O pedido "desesperado" de Jackson veio menos de dois anos antes de sua morte em junho de 2009, Landis disse ao Star, momento em que Jackson estava prestes a reviver sua carreira estagnada.

"Eu me encontrei com ele, ocasião em que me perguntou se eu faria outro filme com ele. Me pareceu tão desfigurado, era tão grotesco o que ele tinha feito para si mesmo", disse Landis, em Los Angeles.

"Ele não tinha nariz! Parecia o Fantasma da Ópera! Eu estava horrorizado. Você olha para a capa de Off the Wall (álbum de 1979 de Michael): ele era um cara de boa aparência!".

Landis disse que já sabia que Jackson tinha “ficado completamente louco” em algum momento depois que eles se reuniram para a premiação do vídeo de “Thriller” em 1983, porque eles haviam trabalhado juntos novamente em 1991, quando foi responsável pela direção do vídeo de “Black ou White”.

Quando voltaram a se encontrar em 2007 que ele percebeu o quantos danos Jackson tinha infligido a si mesmo através de cirurgia estética excessiva. Acredita-se que Jackson tenha se submetido a uma dúzia ou mais de procedimentos no nariz nas décadasque antecederam sua morte, embora tenha admitido apenas dois deles.

"É apenas auto-aversão. . . ele branqueou sua pele! Ele era um cara negro quando eu o conheci! Encontrei-o transformado numa figura trágica. Eu gostava dele, mas eu estava com o coração partido e sinceramente eu não consegui descobrir uma maneira de filmá-lo. "

Jackson tentou convencer Landis para trabalhar com ele, oferecendo total controle criativo, mas o apelo não funcionou. "Ele queria fazer tudo o que eu sugerisse. . . ele sentiu que tinha feito um bom trabalho comigo e ele estava desesperado. Ele claramente não estava em boas condições de saúde. "

Landis, de 62 anos, fez as revelações sobre Jackson durante uma entrevista para promover seu novo projeto cinematográfico, o que incluiu também um debate sobre Thriller. O vídeo musical de 14 minutos marca seu 30º aniversário este ano, onde Jackson se transforma num lobisomem e num zumbi.

Com base na faixa-título recordista de 1982, o vídeo foi um sucesso imediato após seu lançamento em dezembro de 1983, apesar de ter um tempo de execução muito superior ao padrão de três minutos para canções pop e vídeos.

O vídeo de "Thriller" ganhou muitos prêmios, dentre eles “best video ever” além da admissão em 2009 para a Biblioteca do Congresso de Registro de Filmes Nacionais , o primeiro videoclipe a ser tão honrado.

Um documentário de 45 minutos The Making of Thriller, produzido em 1983 por Landis e também co-estrelado por ele, também colheu os frutos de vendas, prêmios e elogios de forma independente.

Landis conheceu Jackson depois que o astro pop assistiu Um Lobisomem Americano em Londres de 1981. Jackson ficou impressionado com a personificação do lobisomem, no filme premiado com o Oscar por melhor maquiagem, um trabalho de Rick Baker, e ele quis fazer algo semelhante com Landis e Baker. Naquela época, o desejo de Jackson de ter uma aparência grotesca era uma ficção, não a realidade.

"Ele só queria se transformar em um monstro", disse Landis.

"Percebi imediatamente que, meu Deus, a fama desse cara é tão gigantesca, que ao invés de fazer um pequeno vídeo clássico de música, eu prefiro muito mais fazer um curta. "E eu pensei que pudéssemos usar a fama de Michael para resgatar a filmagem de pequenas encenações, porque eu amo curtas".

Mas Landis descobriu que até mesmo um projeto de Michael Jackson poderia ser vetado. Walter Yetnikoff, o então presidente da CBS Records, opôs-se à proposta de 500.000 dólares para o orçamento deste vídeo, porque os vídeos musicais comuns tinham um custo entre US $ 20.000 a US $ 50.000 em média. E foi um projeto muito ambicioso. Eu queria que os dançarinos tivessem pelo menos uma semana de ensaio, que é muito caro.

"A produção de maquiagem usada naquela época foi a maior na história. Tivemos 40 maquiadores. Foi um projeto de grandes proporções! Fomos capazes de levantar o dinheiro com a venda de The Making of Suspense ao Showtime, que era um novo canal de TV a cabo".

Landis diz que tem muitas lembranças de Jackson, embora ele tenha acabado por processá-lo e, posteriormente, ao espólio de Jackson por US $ 2,3 milhões, os quais ele entendia como devidos pelo imenso sucesso de Thriller. A ação foi resolvida no ano passado por uma quantia não revelada.

"Em Thriller, eu acho que nunca foi pago. Eu tinha direito a metade. Meu negócio era com a empresa de Michael e a companhia de Michael foi mal administrada. . . Quer dizer, eu apenas recebi minha parte - ou devo dizer 30 por cento dos lucros de Thriller - no ano passado. Foi finalmente resolvido. Eu o estava processando por 14 anos. "

Landis tinha acabado de fazer 33 anos quando o vídeo "Thriller" foi lançado, ele era apenas oito anos mais velho que Jackson, mas ele se sentia muito mais velho do que ele. "Era como lidar com um talentoso menino de 10 anos de idade. Ele realmente era infantil. E ele apresentava danos emocionais: ele era uma criança abusada que teve uma infância muito difícil. Mas quando eu fiz "Thriller", ele não estava totalmente louco ainda. Ele ainda tinha um monte de alegria dentro dele. Ele não tinha essa intensidade ainda. Ele foi torturado, mas ele teve sorte e felicidade com isso. Ele trabalhou muito duro. Ele foi ótimo. Se você vir The Making of Thriller, você vê que eu o tratava como um filho, que é o que ele era. E eu realmente gostava dele".

Landis ainda tem planos para "Thriller", apesar de tudo. O espólio de Jackson quer fazer uma versão 3D do vídeo, para lançamento no próximo ano. Landis espera estar envolvido, apesar de ter sentimentos mistos sobre o assunto. "Eu acho que eles irão restaurar e converter 'Thriller” e que pode ser lançado no próximo ano. . .

"Eles vão descobrir todas as maneiras que puderem para conseguir dinheiro do pobre homem morto."


_________________



"Fecho os olhos
Só para tentar ver seu sorriso mais uma vez
Mas faz tanto tempo, agora tudo que eu faço é chorar
Não podemos achar algum amor para que isso acabe?
Porque a dor fica mais forte a cada dia"

Acompanhem minhas novas fics no blog: http://paulajackson1958.blogspot.com.br/2014/02/fanfic-verdade-ou-desafio-18.html
Ver perfil do usuário http://paulajackson1958.blogspot.com.br/
Quando penso que tudo acabou,me deparo com essas declarações.Meninas visualizem: Michael Jackson
implorando a alguém para filmar com ele...Gente ele é lenda...Um rei...Não é possivel que tivesse filas de produtores ,altamente competentes,com habilidades e conhecimentos de ultima geração,esperando
em uma fila para ter oportunidade de filmar com o idolo?Depois...quem é que vive de um feito
de 25 anos atrás com o Grotesco?Que afinal era a estrela?O que vejo ai é como sempre usar o nome de Michael para promoção!


_________________
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum